Sumir

Sumir - Lumusiando
Imagem por: Free-Photos 

Sumi.
Fiquei ausente.
Geralmente esperamos chegar ao extremo para tomar uma atitude, esperamos o copo transbordar para parar de colocar água, esperamos a mão arder para tirar ela do fogo.  Eu decidi tomar uma atitude antes do meu limite chegar, e a essa atitude foi sumir.
Desde que todo esse período ambíguo começou minha alma vem me cobrando uma conversa com ela. Ignorei esse chamado nas primeiras semanas, e até meses, mas ele finalmente chegou perto da sua data limite e eu decidi que era a hora de comparecer a esse encontro. A primeira resolução desse encontro foi me parabenizar por ter ido até ele porque, como percebi, encarar a si mesmo é o encontro mais difícil. O encontro aconteceu durante diversos e seguidos dias, onde diferentes pontos e situações foram colocados em pauta, cada um com sua necessária avaliação e entendimento.
A segunda coisa que foi colocada em pauta foi como eu deveria estar orgulhosa de não ter me forçado a determinadas situações que me deixariam desconfortável apenas para manter as aparências; não usei redes sociais nos momentos em que eu estava sobrecarregada com os assuntos do mundo, mantive conversas em que me sentia confortável, fiz as atividades que eu precisava sem ficar me pressionando. O respeito que tive por mim nesse período é algo que eu devo me orgulhar demais.
Outro ponto foi analisar como as pessoas reagiam aos meus momentos de autocuidado, perceber quem realmente entendia a situação, respeitava meu espaço e me respeitava. Quando digo que sumi não quero dizer que isolei completamente, mas que fiquei menos ativa nos meios digitais do que o meu costume (que já não é tão ativo assim). Por isso, quando estava mal por algum tipo de situação que ocorreu ou por algum pensamento que estava me chateando, eu me afastava um pouco para processar aquilo, entender e seguir em frente. Posso dizer que foi muito gratificante perceber que meus amigos respeitam muito o espaço que eu preciso (assim como eu respeito o deles), que nenhum deles duvidou em momento nenhum que eu deixaria de ajudar eles por estar um pouco afastada (e eu não duvidei deles também). A gratidão que senti ao, mais uma vez, perceber que eu tenho os melhores amigos é impagável.
Consequentemente me afastei de algumas pessoas, mas isso foi algo pelo qual eu também não fiquei me cobrando. Há situações em que é melhor se afastar para manter sua saúde mental e não ocorrer uma briga pior ou algo do tipo; e foi isso que aconteceu comigo. É algo que me deixa um pouco chateada, mas eu percebi que não adianta ter um relacionamento que subtrai mais do que soma.
Acredito que a maior realização desta reunião contínua foi poder descobrir coisas sobre mim que estavam guardadas há um tempo. Descobri meus gostos de verdade (sem a influência das pessoas que me cercam), descobri que sei sim fazer pinturas com aquarela, percebi como eu estava com saudades de ler. Percebi, mais uma vez, como o nosso corpo se alegra quando nossa alma também está feliz; após conversar sobre assuntos passados que não deixavam o futuro seguir, me perdoei e perdoei aos outros do que precisava perdoar (vai ser um perdão trabalhado com o tempo, mas o primeiro passo já foi dado). E olha, como perdoar é libertador, não é esquecer o que aconteceu, mas sim entender o ocorrido e seguir em frente levando aquele aprendizado, não o deixando corroer.
Me senti um pouco menos produtiva por não estar trazendo conteúdo para o blog nem para o Instagram do mesmo, mas percebi como foi importante organizar meus pensamentos, meus estudos, minha força para enfrentar esses acontecimentos preconceituosos que ardem na pele e que ocorreram nas últimas semanas (ocorrem sempre na verdade, mas), e não me cobrei em trazer um post apenas para postar. Gosto de escrever, amo postar coisas e ver como eu recebo carinho de volta; mas como diria o velho Bukowski: “Eu não tenho tempo para coisas que não têm alma”, e eu só posto aqui o que eu sinto com o coração. Por isso espero que compreendam o momento de sumiço necessário.
Sumi e me afastei de tudo, mas fiquei perto de mim. Agora estou pronta para ser eu perto dos outros. 


Espero que estejam todos bem, se cuidando tanto fisicamente quanto psicologicamente. O momento ainda é difícil, mas conseguiremos sair dele.
Eu estou bem e vou voltar a trazer coisinhas de alma para vocês.
Nunca se coloquem em situações desconfortáveis, se necessário sumam um pouquinho também, cuidar de si deve sempre ser prioridade.
Beijão!

32 Comentários

Postar um comentário

  1. Olá, Maria Eduarda.
    Volte no seu tempo. Até porque o blog e tudo o que a gente faz na vida não pode ser por obrigação e sim por prazer. Espero que esteja melhor e vamos continuar firme que vamos passar por mais essa.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Muito obrigada pelas suas palavras, de fato nada na vida deveria ser por obrigação. Aprender a nos respeitar é sempre importante.
      Beijão!

      Excluir
  2. Olá!
    Que texto lindo e profundo.
    Entendo o seu momento de estar perto de si mesma, seria tão bom se todos conseguissem mais momentos assim. É bom nos conhecer e cuidar de nós mesmos.
    Isso é o que faz cada momento valer a pena.
    Beijocas.

    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Muito feliz que tenha gostado, de fato estar perto de si mesmo é a melhor coisa que podemos fazer.
      Beijão!

      Excluir
  3. Que texto lindo!
    Realmente é necessário algumas vezes nos distanciarmos de todo mundo... eu de vez em quando faço isso kkkk
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Feliz que tenha gostado. Faz muito bem em passar um tempinho conversando com tua alma.
      Beijão!

      Excluir
  4. Há uns 4 anos passei por tudo isso isso que você descreveu. Mas, ao contrário de você, não tive a mesma sorte com os meus amigos. Passei um longo tempo tentando entender, mas percebi que as pessoas são como são e eu não preciso ter todas as respostas.

    No começo não entendi muito o que se passava comigo, como pareceu ser o seu caso. Lembro que tentando buscar os porquês, li que se tratava da "Noite Escura da Alma". Foi um explicação que abracei e aceitei prontamente. Sigo ainda me refazendo, um dia depois do outro. Voltado a citar Bukowski, que aliás é um escritor que eu tbm amo,"o que mais importa é o quão bem você anda através do fogo." É isso.

    Quero te dizer que foi consolador ler o seu texto e que fico feliz em saber que está bem. Que grata surpresa do Universo ter encontrado seu blog.

    Beijos!
    Neila Bahia ♥️
    neilabahia.com | Instagram | Pinterest 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Eu também não tive todo o apoio, tiveram pessoas que se afastaram de mim e não entenderam que eu precisava de um espaço, mas depois eu percebi que as pessoas devem seguir seus caminhos quando a energia que emanam não é a mesma.
      Sim, eu estava bem confusa no começo, vou procurar mais sobre o termo que você mencionou. Acho que nunca vamos conseguir nos reconstruir de uma vez, temos sempre um caminho novo a seguir.
      Amei a sua citação, vou anotar.
      Muito feliz com o seu comentário, me fez bem demais, seu carinho aqueceu muito meu coração, grata demais por ele.
      Beijão! ♥️

      Excluir
  5. Sumir às vezes é importante e necessário, ainda mais na contemporaneidade, vivemos cheios de cobranças com prazos e limites, regras para tudo, para descansar, para criar, para escrever, pouca liberdade de pensamento etc. Sempre dou uma fugida das redes sociais e da internet, está cheia de excessos.
    Que bom que voltou porque eu acabei de conhecer o blog e já estou seguindo e adorando!
    Abraços!!

    Victor Wallace
    https://wallsbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Realmente, percebi que sumir era um ato de liberdade.
      Muito feliz que tenha gostado do meu cantinho, me dá mais vontade de criar.
      Beijão!

      Excluir
  6. De inicio eu me senti culpada de tirar um tempo para colocar a cabeça no lugar, até cheguei a escrever sobre isso no blog, mas depois eu decidi voltar aos poucos, respeitando minha saúde mental nesse momento tão delicado. Eu amei fortemente este post ♥

    Beijoos,
    Quase Mineira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Me idetifiquei muito com o seu comentário, também estou voltando aos poucos e com carinho. Muito feliz que tenha gostado, e vou lá conferir seu post.
      Beijão!

      Excluir
  7. Palmas para o seu texto! Como é importante ter esse tempo com a gente mesmo. Como você disse, é um momento de autodescoberta e conhecimento.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Feliz que tenha gostado. De fato é há um universo que precisa ser descoberto.
      Beijão!

      Excluir
  8. Olá
    Tudo bem?
    Que linda postagem, amei o texto. As vezes e bom tirar tempinho só para a gente.

    Beijos da Kah
    Blog Mundo da Kah
    Canal Blog Mundo da Kah
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Tudo bem sim, e com você?
      Fico muito feliz em saber que gostou. Um tempinho para cuidar da alma nunca é um tempo desperdiçado.
      Beijão!

      Excluir
  9. OI Maria Eduarda, é muito importante nos cuidarmos e nos darmos o tempo que precisamos. Muito importante também tomar as atitudes antes de transbordamos. Isso já é uma sabedoria e sinal de autoconhecimento: perceber que estamos no nosso limite. Esse período ambíguo está mesmo mesmo mexendo conosco. Nos recolhermos e olharmos para a nossa alma pode ser mesmo libertador.
    Que você siga se cuidadando.
    beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Chris!
      Feliz demais em saber que você gostou, feliz demais mesmo. De fato é libertador quando percebemos o quanto temos dentro de nós, acredito que a maior liberdade é saber quem realmente é.
      Beijão!

      Excluir
  10. Dar um tempo faz muito bem, também fiz isso, a diferença é que eu não aviso huahua
    Ainda mais nessa quarentena que deixa todo mundo meio doidinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Menina eu também tenho essa mania de sumir do nada, acho que meus amigos já estão acostumados, kkkkk.
      Beijão!

      Excluir
  11. As vezes sumir por um tempo e termos o nosso próprio tempo é do melhor :)
    Beijinhos 😊 , Damsel.me-Clique Aqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Concordo demais, temos que sumir para nos encontrar.
      Beijão!

      Excluir
  12. Se cuida...fica bem e volte quando puder! Dias melhores virão...acredite nisso! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Pode deixar que vou me cuidar, tenho fé que as coisas irão melhorar.
      Beijão! ♥

      Excluir
  13. Oi Duda!

    É importante a gente dar espaço pro outro, mas a gente também precisa de um tempo, de saber o momento certo do amor próprio
    Agora nessa pandemia está cada dia mais difícil e nossos relacionamentos de amizades ou amorosos ficam um pouco complicados... Mas tenho fé de que isso logo va passar, o tempo ajuda a curar as feridas e a nos fazer crescer
    MAS ACABA LOGO PANDEMIA
    Quero voltar a me sentir mais produtiva, dentre outras coisas... Eu mesma

    Beijos!
    Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pâm!
      Exatamente, da mesma forma que temos que respeitar os espaços alheios, temos que respeitar o nosso também.
      Eu também tenho fé de que isso logo vai passar, e vamos estar todos juntos logo. E realmente essa pandemia pode acabar o mais rápido possível.
      Eu também estou tentando voltar ao ritmo e produzir novamente.
      Beijão!

      Excluir
  14. Olá,
    Que texto lindo. Que bom que você percebeu que precisava de uma pausa antes do copo transbordar e se permitiu ter esse tempo. Volta com tudo no seu tempo, o importante é se priorizar que as coisas vão acontecendo depois como devem acontecer.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Feliz que tenha gostado.
      De fato conhecer os nossos limites é maravilhoso.
      Beijão!

      Excluir
  15. Olá!
    Primeiramente, você escreve muito bem, adoro ler os textos que posta aqui!!
    Eu constantemente faço pausas aqui no blog, é muito ruim quando as coisas se tornam obrigação pra gente, acho que o amor pelo que fazemos sempre deve estar em prieiro lugar. Fico feliz que tenha se dedicado a si mesma, é tão importante esclarecermos as coisas e termos esse momento de introspecção!
    Beijos, Primavera Agridoce ♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Ai que alegria ler isso, fico muito feliz em saber que gostou.
      De fato, fazer as coisas que amamos com carinho e leveza é de encher o coração de gratidão. Conhecer quem somos é o maior ato de amor que podemos fazer.
      Beijão ♥

      Excluir
  16. texto maravilhoso, as vezes a gente precisa mesmo desse tempo e desse olhar pra dentro

    www.tofucolorido.com.br
    https://www.instagram.com/liviaalli/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Grata por saber que gostou, realmente nos conhecer é libertador.
      Beijão!

      Excluir