Viu aquele post?

 

Lumusiando

Olá amores, como estão?

Nesse segundo dia da nossa semana especial eu resolvi trazer um post sobre alguns hábitos que me ajudaram muito a conviver com as redes sociais. Eu tenho redes sociais desde 2012 e de lá para cá fui tendo que entender como usar as redes sociais a meu favor e não contra mim. É muito fácil que a gente se sinta mal depois de ver certo tipo de conteúdo no Instagram, por exemplo, vendo aquelas pessoas com as vidas perfeitas e sem problemas, com tudo no caminho; acredito que a forma como somos expostos a tanta coisa possa fazer muito mal se não soubermos lidar com esse monte de conteúdo. Então hoje eu resolvi compartilhar com vocês algumas atitudes que comecei a tomar para não surtar com esse mundo digital.

 

1- Aquilo não é tudo:

A maioria das blogueiras que fazem sucesso, tem um grande público exatamente por mostrarem uma vida perfeita em que nada nunca da errado. E aquilo não é verdade. Quantas vezes nós não tentamos passar uma imagem de que éramos pessoas perfeitas e de que tudo estava super bem mesmo quando estava tudo desmoronando a nossa volta? E a que preço? A quem aquilo favorece? O tempo me ajudou muito entender que o Instagram, para a maioria das pessoas, funciona como uma cortina de fumaça onde elas postam coisas que nem sempre são a realidade apenas para criar conteúdo, e que está tudo bem eu não ser perfeita daquele jeito porque ninguém é.

 

2 – Seguir pessoas de verdade:

Uma coisa que mudou completamente a minha vida foi começar a seguir pessoas de verdade no Instagram, as que falam dos momentos bons e ruins, as que se parecem comigo, que tem o corpo como o meu, que me incentivam a me aceitar. E não perfis que ficam o tempo inteiro postando formas de como eu posso mudar minha vida e minha aparência para encaixar em um padrão. Comecei a seguir pessoas que me dizem que está tudo bem ter o meu corpo e que, caso eu deseje, também está tudo bem eu mudar ele, mas desde que seja por um motivo mais sincero comigo do que simplesmente “fulano de tal falou que era para fazer porque ia ajudar”. Quando você vê pessoas como você, que se parecem com você, é muito mais fácil de perceber o quão incrível e maravilhoso você é (algo que é muito difícil quando você só consome o tipo de conteúdo que diz o quanto você precisa mudar). A mudança é importante, necessária e acontece, mas o motivo dela é mais importante ainda.

Não sei expressar o quanto eu comecei a me aceitar mais e me ver com mais empatia desde que mudei minha timeline, o quanto eu comecei a olhar para mim e para os outros com mais carinho e sensibilidade, o quanto eu cresci quando encontrei pessoas que pareciam comigo falando comigo. É isso que chamamos de representatividade, ver você em lugares que nunca tinha visto antes, e olha, isso importa demais. Agora, quando eu fecho o Instagram, eu não fico me cobrando a fazer 50 coisas diferentes para me sentir mais útil, porque eu entendo o tempo das coisas, eu entendo que eu sou um ser único que não precisa fazer tudo só porque alguém postou que estava fazendo.

 

3 – Sair das redes:
Esse ano levantou diversos assuntos que causam um gatilho muito grande sobre coisas que eu já passei, e eu percebia o quanto ficar vendo aquelas coisas me faziam mal. Então uma coisa que eu fui aprendendo foi a sair das redes sociais; elas são muito atrativas, elas te prendem muito, e nada que prende muito é bom. Diversas vezes eu desinstalei o Instagram do meu celular, Twitter? Só uso o do blog para divulgação e o meu entro só para não perder a conta caso eu queria acompanhar algum evento por lá, porque o Twitter se tornou um lugar horrível (na minha opinião) e que me fazia muito mal. O Facebook tomou o mesmo caminho que o Twitter e assim eu vou seguindo, percebendo o como isso foi me deixando mais leve e sem toda aquela pressão na cabeça que não te deixa dormir a noite. Acho que a única rede social que eu ainda mantenho firme e forte é o Tumblr, e eu amo demais porque acho que a maioria das pessoas não gosta dele, e por isso ele é maravilhoso. Acho que devemos muito saber estabelecer limites sobre o quanto precisamos de redes sociais diariamente, mesmo quem trabalha através delas. Acredite: um lugar criado para te fazer bem, pode acabar com você, se você permitir.

 

4 – Relaxa:

Por as redes sociais terem um monte de informações juntas nós achamos que devemos usar todas elas assim que as vemos, e não precisa. Viu uma receita legal? Salva ela e faz quando você tiver tempo. Viu um exercício que pode te ajudar? Pode começar amanhã, ele não vai fugir. Acha que poderia usar alguma dica na sua vida, coloque ela em prática, quando você achar necessário. Não precisa levantar às três da manhã para fazer Tie Dye na blusa, relaxa.

Nós criamos uma ansiedade muito grande em querer fazer as coisas no mesmo tempo que todo mundo que acabamos não fazendo nada e, pior, ficando frustrados porque não fizemos aquilo (que se bobear nem tinha tanta necessidade assim). Está tudo bem, você pode aproveitar todas as dicas e conselhos no seu tempo, pode ficar tranquila(o). E está tudo bem querer tirar um dia para descansar, mesmo que você não esteja nas ilhas das Maldivas. Você é uma pessoa, suas redes sociais pertencem e devem refletir a você, e não uma imagem distorcida sua que pode agradar a todo mundo, menos a você. Lembra que é você quem usa as redes sociais, e não o contrário.

 

━━━━━━━━ ━━━━━━━━━━━━━━━━ ━━━━━━━━

 

Bom meus amores, espero que tenham gostado das dicas.

Essas são algumas, das muitas coisas, que eu aprendi utilizando redes sociais. Espero que vocês se lembrem sempre das pessoas maravilhosas que são e que não precisam se encaixar em padrões que fazem vocês se sentirem mal, influenciadores que te influenciam a se odiar não devem ser seguidos. Fujam de falsas positividades que na verdade te colocam para baixo, você sabe onde cada coisa dói, não dê a eles a chance de te ferir. Se afastar pode ser prova de amor-próprio, e esse é o amor que devemos provar todo dia.

Enfim, espero que estejam gostando dessa semana especial, que estejam todos bem e se cuidando porque, infelizmente, a pandemia ainda não acabou. Espero de verdade que vocês tenham gostado, vejo vocês amanhã.

Beijão!

18 Comentários

Postar um comentário

  1. Nossa, ler "salva e faz depois" "ele não vai fugir" traz um quentinho pro meu coração enorme. Adorei o post, todas as observações, sou mega ansiosa e amo as redes mas essa quarentena me fez perceber taaaantas coisas, é tanta coisa que estou mudando, porque real surtamos se continuamos na mesma frequencia de antes.
    As mídias podem ajudar tanto, mas podem ser tóxicas mesmo, escolhas nossas podem mudar isso.

    Amei o post!

    Abraços de luz ❤
    della.blog.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Muito feliz em saber que consegui esquentar um pouquinho o seu coração.
      Fico feliz em saber que as dicas vão te ajudar.

      Beijão!

      Excluir
  2. Amiga Maria Eduarda.B Boa noite. Agora no laptop vi que você me segue no meu blog e eu a sigo também.

    Adorei as dicas e voltarei outras vezes.

    Obrigada pela visita e volte muitas vezes. Existem bastante publicações minhas para você ler e Comentar!

    Tenho Facebook como Done Alvarez se quiser me adicionar e instagram como donetzka2020

    Beijos sabor carinho e uma noite de segunda_feira de paz e saúde

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Donetzka!
      Muito feliz em saber que gostou e que pretende gostar, espero poder sempre trazer coisas boas.
      Obrigada pelo carinho.

      Beijão!

      Excluir
  3. Oi Maria Eduarda, estou também conhecendo seu cantinho.

    Eu tenho problemas sérios com ansiedade, então realmente todas as dicas são boas, realmente pra gente saber dosar quanto disso colocamos na nossa vida.


    Apesar do Caos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Karen!
      Seja muito bem-vinda!
      Precisamos conhecer nossos limites, né?!

      Beijão!

      Excluir
  4. É mesmo necessário ter equilíbrio ao usar as redes sociais. Também já aprendi estas coisas ao usar as redes, mas a que mais me faz bem é o item 2, sigo várias donas de casa e pessoas que tem uma vida parecida comigo, eu amo um feed real e sem muita preocupação.
    Ahhh e eu acompanho alguns tumblrs <3 Não tenho um por que acho que seria coisa de mais pra mim dar atenção, pra mim já basta o blog e o Instagram, mas eu sempre visito alguns tumblrs frequentemente.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      O equilíbrio é, com certeza, o segredo. E eu também amo ver pessoas como eu no meu feed, me deixa feliz demais.
      Feliz em saber que acompanha alguns Tumblrs, é bem raro.

      Beijão!

      Excluir
  5. Amei o post. Eu tenho sérios problemas com as redes sociais, eu sei que tudo é filtrado e maquiado para parecer fabuloso e que por trás nem tudo é como parece, mas ainda sim me sinto afetado pelo conteúdo de outras pessoas e fica aquele sentimento de comparação.
    É sempre bom dar um tempo de tudo e só voltar quando se sentir pronto e seguir pessoas que realmente inspira
    beijos
    http://www.dearlytay.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Fico feliz que tenha gostado.
      Dar um tempo é sempre uma boa opção.

      Beijão!

      Excluir
  6. Parabéns pelos três anos, desenvolver conteúdo de qualidade durante tanto tempo e com frequência é algo difícil e muito admirável. Estou começando agora e gostei bastante da sua página, acho que ganhou um novo seguidor para ser iluminado na literatura, rs.

    Abraços!
    Wall's Books
    https://wallsbooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Obrigada ❤
      Aí seu comentário me deixou muito feliz, obrigada pelo carinho.

      Beijão!

      Excluir
  7. A gente tem que saber o que expor nas redes sociais.
    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Exatamente, nem tudo que a gente quer, precisa ser exposto.
      Beijão!

      Excluir
  8. Adorei o seu post e está super certa. Eu hoje em dia sigo muita gente que me faz bem do que ficar me cobrando
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Feliz em saber que gostou. Temos que seguir quem nos coloca para cima.
      Beijão!

      Excluir
  9. Que post mais útil. Tenho dosado o meu tempo nas redes sociais. O Facebook, que utilizava com certa frequência, depois que fui banido da rede social, percebi que me libertei. Hoje ele não faz tanta importância em minha vida. O Instagram eu só entro de vez em quando para ver algumas fotos e stories. O Blogger, acredito que é a rede que mais utilizo. Separo as quintas-feiras para comentar nos blogs amigos e faço cerca de três a quatro posts por semana.

    Bom fim de semana!


    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Exatamente, tem redes sociais que nos libertam quando saimos que é melhor não ter.
      E é bom que sobra mais tempo para o necessário.

      Beijão!

      Excluir